Teatro: Peça Evangelica para Fantoches _ 5 + 2 = 7 (Jo 6:1-15)

Teatro: Peça Evangelica para Fantoches _ 5 + 2 = 7 (Jo 6:1-15)

5 + 2 = 7 (Jo 6:1-15)

 

milagre da multiplicação contada e aplicada por dois fantoches.

Cinco pães e dois peixinhos, uma multidão com fome... corpo e alma precisam ser saciados.

 
Fantoche A: Hoje o pastor disse que eu posso explicar o evangelho!
Amiguinho, hoje Jesus nos fala sobre a multiplicação dos pães.
Aquele povo que seguia Jesus estava com muita fome, pois já havia passada a hora de comer.
Mas mesmo assim não iam embora, com medo de não encontrar mais com Jesus.
Fantoche B: E ficaram todos ali? Com fome?
Fantoche A: É ficaram! Tinha que aparecer alguém! Mas tinha só um cesto com cinco pães e dois peixes. Para dividir com mais de cinco mil pessoas!
Fantoche B: Puxa! Acho que sei como Jesus repartiu?
Fantoche A: Como?
Fantoche B: Ué! Eles ficaram brincando de: dois ou um... Já! Aí quem ganhou ficou com o cesto! Estou certo?
Fantoche A: Mas é claro que não! Onde já se viu, e mesmo se eles ficassem brincando de dois ou um, até sair o vencedor eles morreriam de fome!
Fantoche B: Mas... Mas como foi então?
Fantoche A: Jesus pegou o cesto, orou agradecendo ao Papai do Céu pelo alimento e mandou que seus discípulos distribuíssem para as pessoas.
Fantoche B: Como? Se havia só sete coisas para comer? Só dava para sete pessoas? Cinco comeriam pão e duas peixe, estou certo?
Fantoche A: Certo na conta, mas errado na comida!
Fantoche B: Como assim?
Fantoche A: Os pães e os peixes haviam se multiplicado! Todos comeram o quanto queriam, pois tinha alimento de sobra! E ainda assim sobraram doze cestos cheios!
Fantoche B: Ai amigo! Você falou tanto em pão e peixe que me deu fome! Já sei! O que Jesus quer nos dizer na palavra de hoje!
Fantoche A: O que?
Fantoche B: Que devemos comer de tudo: pão, peixe, feijão, o cesto!
Fantoche A: Que isso! Cesto não é de comer! Temos sim que comer toda a comidinha que a mamãe prepara, mas não é só desta fome que Jesus está falando! Jesus deu pão para aquele povo que tinha fome, mas hoje tem pessoas não só com fome de comida!
Fantoche B: De que então?
Fantoche A: Hoje as pessoas têm fome de Deus!
Fantoche B: Que falta de respeito! Deus é o nosso Criador, não é de comer não! Que horror!
Fantoche A: Eu mereço! Quando eu falei de fome de Deus é que existem pessoas que não vem na igreja, não recebem Jesus, não oram, são tristes ou vivem emburradas e carrancudas e nem sabem o porque! Elas não tem Salvação.
Fantoche B: Mas como pode né! Não saber o porque andam tristes! Mas me diga uma coisa: Porque as pessoas andam tristes hein?
Fantoche A: Porque... Porque não tem Jesus no coração né? Jesus não é nossa alegria? Se não procuramos sempre nos alimentar da palavra de Deus e de oração, não alimentamos a nossa alma com coisas boas, ficamos assim tristes!
Fantoche B: Ah! Agora entendi! Hoje ele nos diz que preciso alimentar nossa alma. E também ajudar quem tem fome da palavra de Deus.
Fantoche A: Isso aí!
Fantoche B: Mas... Como eu faço isso? Como eu vou alimentar quem tem fome e sede da palavra de Deus?
Fantoche B: Ah! Eu acho que já sei! Para alimentar quem tem fome da palavra de Deus, eu faço uma sopa de Bíblia! Vai ficar uma delícia, mas sem cebola é claro! Eu não gosto de cebola!
Fantoche A: Preste atenção! Jesus deu de comer à multidão, para que eles entendessem que ele tinha outro alimento muito melhor para dar as pessoas.
Fantoche B: Era melhor que os peixinhos e o pão? Já sei era sorvete! Depois se todos comessem tudo direitinho iriam ganhar sorvete, não é?
Fantoche A: Não! Não confunde as coisas! O alimento melhor que Jesus tinha para dar era a palavra de Deus. E hoje Jesus nos chama a ser novamente como seus discípulos; que serviram o povo com o alimento do cesto. Mas hoje Jesus nos pede para servir não só dando comida para quem tem fome, mas que nós saibamos distribuir o pão da justiça, da bondade, da paz, do amor... A todos.
Fantoche B: Ah! Agora entendi: Jesus pede para nós falarmos de sua palavra para aqueles que não entendem e precisam conhecer a Deus! Vou agora mesmo na rua de casa falar de Jesus para o Luizinho, sabe ele não vem à igreja! E estava bem tristinho nestes dias.
Fantoche A: Hei! Espere por mim!
 
 
Outras Peças Teatrais: 
 

  

VEJA TAMBÉM :
 
 
 

EBD  EBD   TEATROTEATROTEATRO

 

Veja Também Livros Grátis:

 

Livro Online Gospel

 

Livro Online: O livro Libertos pelo perdão

Livro Online: O livro Libertos pelo perdão
O livro Libertos pelo perdão (Márcio Valadão) da Igreja Batista da Lagoinha mostra o grande perdão de Deus pelos nossos pecados através de Jesus Cristo. SINOPSE DO LIVRO LIBERTOS PELO PERDÃO “Deus não pode negar-se a si mesmo. Deus é amor, Ele sabe de todas as coisas, e não conhece uma...

O livro O amor de Deus

O livro O amor de Deus
O livro O amor de Deus (John Gill) do O Estandarte de Cristo revela os objetos do amor de Deus e as propriedades do amor dEle em Seus eleitos. SINOPSE DO LIVRO O AMOR DE DEUS “[...] amabilidade ou a beleza que está nos santos, é devida à justiça de Cristo, imputada a eles; esta é a beleza...

Livro Online: A A Palavra de Deus em nossos corações

Livro Online: A A Palavra de Deus em nossos corações
O livro A Palavra de Deus em nossos corações (Thomas Manton) do O Estandarte de Cristo trata sobre a necessidade da leitura e estudo das Escrituras, de entendê-la e enraizá-la em nossos corações. SINOPSE DO LIVRO A PALAVRA DE DEUS EM NOSSOS CORAÇÕES “Um dever e necessidade prática dos...

Livro Online: Perdão para os maiores pecadores

Livro Online: Perdão para os maiores pecadores
O livro Perdão para os maiores pecadores (Jonathan Edwards) do O Estandarte de Cristo mostra que a grandeza do pecado do cristão não é um impedimento para o perdão divino. SINOPSE DO LIVRO PERDÃO PARA OS MAIORES PECADORES “A misericórdia de Deus é tão suficiente para o perdão de grandes...
 
 

O livro Pregar o Evangelho (Charles Haddon Spurgeon) do O Estandarte de Cristo trata sobre a grande responsabilidade e necessidade de pregar o Evangelho, mostrando o que significa pregá-lo e traz um alerta os ministros contra o orgulho. SINOPSE DO LIVRO PREGAR O EVANGELHO “Porque, se...